sábado, 28 de janeiro de 2012

Do largado

Os momentos mais difíceis da vida, ao menos pra mim, são estes quatro primeiros dias após o domingo.”

domingo, 15 de janeiro de 2012

Índios ( Legião Urbana )

Quem me dera ao menos uma vez


Ter de volta todo o ouro que entreguei a quem

Conseguiu me convencer que era prova de amizade

Se alguém levasse embora até o que eu não tinha.



Quem me dera ao menos uma vez

Esquecer que acreditei que era por brincadeira

Que se cortava sempre um pano-de-chão

De linho nobre e pura seda.



Quem me dera ao menos uma vez

Explicar o que ninguém consegue entender

Que o que aconteceu ainda está por vir

E o futuro não é mais como era antigamente.



Quem me dera ao menos uma vez

Provar que quem tem mais do que precisa ter

Quase sempre se convence que não tem o bastante

Fala demais por não ter nada a dizer.



Quem me dera ao menos uma vez


Que o mais simples fosse visto


Como o mais importante


Mas nos deram espelhos e vimos um mundo doente.



Quem me dera ao menos uma vez

Entender como um só Deus ao mesmo tempo é três

E esse mesmo Deus foi morto por vocês

Sua maldade, então, deixaram Deus tão triste.



Eu quis o perigo e até sangrei sozinho

Entenda

Assim pude trazer você de volta pra mim

Quando descobri que é sempre só você

Que me entende do iní­cio ao fim.



E é só você que tem a cura pro meu vício

De insistir nessa saudade que eu sinto

De tudo que eu ainda não vi.



Quem me dera ao menos uma vez


Acreditar por um instante em tudo que existe


E acreditar que o mundo é perfeito


E que todas as pessoas são felizes.



Quem me dera ao menos uma vez

Fazer com que o mundo saiba que seu nome

Está em tudo e mesmo assim

Ninguém lhe diz ao menos, obrigado.



Quem me dera ao menos uma vez

Como a mais bela tribo

Dos mais belos índios

Não ser atacado por ser inocente.



Eu quis o perigo e até sangrei sozinho

Entenda

Assim pude trazer você de volta pra mim

Quando descobri que é sempre só você

Que me entende do início ao fim.



E é só você que tem a cura pro meu vício

De insistir nessa saudade que eu sinto

De tudo que eu ainda não vi.



Nos deram espelhos e vimos um mundo doente

Tentei chorar e não consegui.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Frase

Matar um leão por dia é facil ,difícil é conviver com as cobras.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Cão esfaqueado no Paraná. Mais um crime impune???

Mais um brutal crime aconteceu no Paraná.




Outro cão, vítima de um monstro foi brutalmente esfaqueado na noite de 31/12 quando, por medo dos fogos tentou se esconder embaixo do carro do indivíduo conhecido por Alcides Godói da Silva, morador da rua Gino Marli Pizzano, 370 Conradinho Paraná.



As cenas que verão, se tiverem coragem, são fortes.



Será que esse é o mundo no qual seremos obrigados a viver doravante???



Assinem a Petição Pública http://www.peticaopublica.com/?pi=P2012N18697 e vamos exigir das autoridades que façam a sua parte para que não tenhamos que fazer reviver o "olho por olho e dente por dente".



Se matar um animal não der em nada, matar o assassino deste também não poderá dar.



Isto não é apologia ao crime, é: JUSTIÇA ONDE NÃO HÁ JUSTIÇA.